segunda-feira, 12 de abril de 2010


FAZER AMOR
Guida Linhares

Há quem faça amor,
apenas pelo desejo,
movido pelo instinto,
desvairado, sem pejo.

Há quem faça amor,
porque sente carência,
na falta do toque macio,
entrega-se à sua cadência.

Há quem faça amor,
e nesta entrega total,
sinta plena completude,
ainda que não seja real.

Há quem faça amor,
mesmo estando em guerra,
pra provar que é senhor,
de verdades que descerra.

Mas há quem faça amor,
e nele coloque a alma,
buscando com todo ardor,
a sintonia que acalma.

Este amor tão sonhado,
às vezes deixado ao léu,
pode ser concretizado,
aqui num pedaçinho do céu.


2 comentários:

Sonhadora disse...

Muito lindo e cheio de ternura seu poema...adorei.

beijinhos
Sonhadora

Jacque disse...

Que Lindo Guida

Beijo