segunda-feira, 17 de maio de 2010


VOA PENSAMENTO...
Guida Linhares

Quisera neste momento,
morar na curva de um rio,
de águas claras e cristalinas,
de murmúrio suave e repousante.

Quisera mais ainda..
que o tempo parasse um instante,
e só um pensamento meu voasse,
num sentir quase em prece,

pedindo aos ventos da tarde,
que fossem sutís mensageiros,
da mais sentida saudade,
de você que partiu sem alarde.

De um lado da curva sinuosa,
parece que voltas correndo,
mas do outro lado nem sombra,
nem palavra traduzindo sentimento.

Na miragem das águas,
ainda vejo o teu rosto sorrindo,
desejando que eu seja alegre e feliz...
mas como poderei ser, assim sem você?

4 comentários:

Amor feito Poesia disse...

semeie flores... colherá o perfume. semeie carinho... colhera amizade. semeie sorrisos... colhera a alegria. semeie a verdade... colhera a confiança. semeie a vida... colhera milagres. semeie a fé... colhera certezas. semeie o amor... colhera a felicidade !

Beijos perfumados e com muita poesia...M@ria

Guida Rosa disse...

Que lindo blog com uma bela roseira! parabéns seus poemas estão divinos.

arlete disse...

Achei maravilhoso...Arlete

Fada Fadul disse...

Para você, com carinho

Eu, Você e a Rosa

Crisálida e perfumada
Rosa cálida de rubi.
Resplandece em forma de prece
A tua beleza sem tristeza,
E, na súbita manhã,
Quando o sol resplandecer,
Joga as tuas pétalas
No mar do meu pobre ser,
E, diz ao sol,
O teu farol,
Que és minha luz, meu guia e
A minha oração.
Não são tuas as pétalas que te enfeitam.
E não sabes viver sem o calor das tuas pétalas.
Porém, sabes ser pura como a brancura de uma pomba,
Mesmo quando jogas as tuas lindas pétalas,
No mar das desventuras.
És tão linda em cor e em forma,
E és suave e leve como aquela ave
Que voa e voa ... sem pressa
Até alcançar a nossa prece!
Sejamos nós assim, como aquela rosa,
que sem prosa e tão mimosa,
Enfeita tão garbosa,
O céu do nosso lindo olhar!

Fada Fadul
http://fotolog.terra.com.br/aguascristalinas:20

http://arteemagiadefada.blogspot.com