domingo, 22 de novembro de 2009



PERDE-SE UM AMIGO...
Guida Linhares

Muitas vezes é preciso que se perca um amigo, para que se valorize a sua presença em nossa vida. Tantas vezes prestigiamos uma pessoa porque a queremos bem, contudo a recíproca não é a mesma. Percebe-se que a pessoa aqui e ali coloca o seu carinho, sem contudo lembrar-se de que também somos amigos e de longa data.
Conquistar alguém não significa que seja para sempre, se não houver o cuidar da amizade, o regar do carinho, a troca de idéias, o estímulo a que se prossiga no trabalho que se faz.
Ser amigo é marcar presença sempre que possível e não dar desculpas esfarrapadas quando se questiona o porquê das ausências; isso sim é que acaba por transformar uma gostosa amizade num ato contínuo de tristeza e decepção.
Assim às vezes é melhor chorar a perda do amigo do que ficar alimentando ilusões insanas a respeito de se manter uma pessoa por perto, só pra alimentar o seu ego e poder dizer que aquela pessoa é amiga.
De nada adianta mostrar algo que não tem concretude, nem encerra o prazer e a alegria que devem existir em todos os relacionamentos saudáveis.
A perda faz parte da vida e somos responsáveis por nossos atos, além do bem estar e alegria que devem sempre estar presentes no coração de cada um de nós.

Santos/SP - 22/11/09

Um comentário:

SONHADORA disse...

NADA NA VIDA E PARA SEMPRE....MAS SEMEAR AMOR....PARA AMOR COLHER....AINDA QUE NÃO SEJA PARA SEMPRE...
DEVEMOS DAR AMOR SEM NADA ESPERAR EM TROCA....AI ESTA A ENORME CAPACIDADE DE AMAR....
BJ